quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Padrões coloridos



Continuamos a desenvolver as nossas experiências a par de outras actividades que vão acontecendo, nomeadamente de um projecto sobre patos que amanhã tencionamos concluir e do qual vos mostraremos o resultado das nossas pesquisas.
Hoje fizémos uma experiência colorida como podem constatar. Precisámos de tinta (cenográfica) e desta vez escolhemos quatro cores, verde, vermelho, azul e amarelo.Precisámos também de um pouco de óleo de linhaça que misturámos em cada cor, de quatro pincéis, um litro de água, um tabuleiro, folhas de papel (de preferência grosso)e curiosidade.Primeiro misturámos o óleo com cada cor. depois colocámos no tabuleiro sobre a água pingos de tinta. Depois, com cuidado, puzémos a folha por cima e descobrimos que as cores fazem padrões muito engraçados como podem verificar.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

" As laranjas bailarinas"














Ontem foi dia de recomeço de actividades. Depois de conversarmos e contarmos as novidades uns aos outros chegou a altura de decidirmos o que fazer. Como era quinta feira lembraram-se logo que era dia de experiências. Das três propostas que lhes sugeri escolheram a experiência das " laranjas bailarinas". É uma experiência muito simples e que resultou muito bem. Primeiro escolheram quem era o grupo que iria realizar a experiência. Ficou combinado que seria o José, o André, o Tiago, a Diana e a Matilde. Depois de, com a minha ajuda, termos pendurado as laranjas foi a vez de cada um experimentar pôr apenas uma laranja em movimento e verificar o que acontecia com a outra. Ficaram extasiados ao observar que, à medida que uma laranja parava de baloiçar a outra começava a baloiçar sem lhe mexermos e assim alternadamente.

Porque é que isto acontece?
Porque a energia é transferida pelo cordel de uma laranja para a outra.
Depois demonstrámos e explicámos a todos o que se passava

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Provérbios

Porque os provérbios podem constituir uma "boa ferramenta de trabalho" sobretudo no âmbito da linguagem oral e abordagem à escrita, aqui vos deixo alguns com uma apresentação mais engraçada para os pequenitos e que permite a sua colaboração na descoberta do mesmo. Desconheço a autoria deste trabalho que, mais uma vez, me chegou via e-mail. Para o seu/sua autor (a) vai o meu agradecimento.

http://www.box.net/shared/6r1h95jsml

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Apresentações

Cozinheiros

Viva o Carnaval!

Não é possível, nem me parece desejável "fugir" a estas coisas do Carnaval. Goste-se ou não da época, e de tudo o que com ela está relacionado, não deixa de ser uma época bastante rica em possibilidades de "trabalho" com os pequenitos. Antes de mais (como é meu hábito) é prioritário ouvi-los e em conjunto decidirmos o que vamos fazer. Foi o que aconteceu mais uma vez no nosso Jardim de Infância. No desfile conjunto com o 1ºCEB, na 6ªfeira, mascararam-se de cozinheiros (daqueles que só cozinham refeições saudáveis). Na 5ª feira com a ajuda dos pais cada um encarnou a personagem que mais lhe agradou. Ao longo da semana foram muitas as actividades realizadas relacionadas com esta época.

Pintura de sopro



Na quinta-feira fizémos pintura de sopro. Foi muito engraçado experimentar as cores a misturarem-se apenas com a força do ar que foi soprado através de uma palhinha. Enquanto decorria a actividade foi interessante verificar os seus comentários:
Olha o amarelo e o vermelho quando se encontram fazem cor-de-laranja (André);
E o amarelo com o azul transformam-se em verde (Diana).
Quando sopramos a tinta parece um rio a correr (Matilde).
As cores todas juntas ficam escuras (José)

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Mais modelos diferentes

Ficheiro com várias aplicações.

Carnaval

Aqui ficam alguns trabalhos acerca do Carnaval.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Moinhos de vento.

O que é o vento?
- O vento é "maluco" (como na canção "O vento é maluco, não sabe o que faz, vejam lá meninos, o que o vento faz..."!
Mas o que é o vento?
- É uma coisa que não se vê mas bate na cara às vezes.
- Abana as árvores e faz cair as folhas.
- Faz andar os moinhos...
Então podemos fazer moinhos e experimentá-os ao vento. Combinado!

Precisamos de:
- Quadrados de papel de lustro de várias cores;
- Pauzinhos que apanhámos nos terrenos ao pé do Jardim;
- Arame fino;
- Cola;
- Papel crepe para forrar os pauzinhos;
- Pedacinhos de esponja "Eva";
- Tesouras;
- Alicate;
- Vento;

Vejam o resultado:

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

CRESCER EM SEGURANÇA



No nosso Jardim de infância todos os dias são diferentes. Hoje recebemos a visita do Sr Guarda Gregório e do seu colega o Sr. Guarda Pedroso. Também vieram à nossa sala os nossos amigos do 1º CEB.
Os Senhores Guardas vieram alertar-nos para os perigos das bombas...agora que se aproxima o Carnaval. Mostraram-nos um Power point que falava do Diogo e do Rex (um menino e o seu cão) que foram dar um passeio no campo até casa da avó e que encontraram uma bomba no chão...será que lhe mexeram? Os senhores guardas mostraram-nos bombas (a sério) e falaram dos perigos que corremos se lhes mexermos, por isso não temos dúvidas. Se encontrarmos, por acaso, um objecto assim temos de nos afastar e não lhe mexer.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Balões mágicos!

Quinta feira foi dia de festa...com balões e tudo. Como gostamos muito de experimentar fizémos a experiência dos BALÕES MÁGICOS. Vejam o resultado

FARÓIS ?!







Na nossa sala as coisas vão surgindo naturalmente com o fluir do tempo e dos sonhos dos mais pequenos. Depois de ouvirem a história "Um farol só meu" (que veio no saquinho mágico, que agora está na nossa sala)alguns meninos fizeram um desenho sobre a história mas... outros quiseram construir um farol a valer. Pensaram, escolheram os materiais e mãos à obra. Deixo aqui alguns exemplos.

Passeando e observando

Com a chegada de dias de sol é uma alegria poder ir à rua. Fomos dar um passeio pela nossa terra com o objectivo de observarmos com atenção tudo o que nos rodeia. Na horta da casa da Dina vimos couves, nabos, alhos, ervilhas e favas. Também vimos uma laranjeira cheia de laranjas e flores silvestres.